http://www3.ambiente.sp.gov.br/institutodebotanica

Pesquisadores – Núcleo de Pesquisa em Palinologia

 

Dra. Angela Maria da Silva Corrêa Pando

Mestre em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Botânica. Atualmente é pesquisador científico IV do Instituto de Botânica. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Palinologia, atuando principalmente nos seguintes temas: pólen, palinotaxonomia, melissopalinologia, biologia da polinização.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Cynthia Fernandes Pinto da Luz

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Úrsula (1985), mestrado em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997) e doutorado em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Bolsista do CNPq e FAPERJ desde 1989, em diversas modalidades. Atualmente é PqC VI (Pesquisador Científico) do Instituto de Botânica, atuando também como professora da pós-graduação dessa instituição. É a curadora da Palinoteca do Instituto de Botânica. É professora colaboradora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Universidade Federal de Viçosa. É líder do Grupo de Pesquisa “Palinologia dos produtos das abelhas”. Desenvolve suas atividades científicas na área da Botânica atuando principalmente em quatro linhas de pesquisa da Palinologia: Palinotaxonomia, Melissopalinologia, Aeropalinologia e Palinologia do Quaternário.

——————————————————————————————————————————————————–

Dr. Luciano Maurício Esteves

Possui graduação em Ciências Biológicas (Bacharelado) pela Universidade Estadual de Campinas (1980), graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Estadual de Campinas (1980), Mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1984), Doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1989) e Pós-Doutorado na University of Edinburgh- Escócia (1993). Atualmente é Pesquisador Científico nível VI e Diretor Técnico do Centro de Pesquisa em Plantas Vasculares do Instituto de Botânica (São Paulo, SP). Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em fisiologia da germinação de esporos de pteridófitas e palinologia, atuando principalmente nos seguintes temas: esporos, pteridófitas, cerrados e bancos de esporos de samambaias e licófitas.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Maria Amélia Vitorino da Cruz Barros

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de Guarulhos (1975), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1982) e doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1994). Atualmente é pesquisador científico VI do Instituto de Botânica. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Palinologia, atuando principalmente nos seguintes temas: pólen, reserva biológica, palinotaxonomia, grãos de pólen e flora polínica.

——————————————————————————————————————————————————–