http://www3.ambiente.sp.gov.br/institutodebotanica

Pesquisadores Núcleo Ecologia

Dra. Carla Ferragut

Tenho graduação em Ciencias Biologicas pela Universidade de Santo Amaro (1990), mestrado em Ciencias Biologicas (Biologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999) e doutorado em Ciencias Biologicas (Biologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2004). Atualmente, sou pesquisadora no Instituto de Botânica. Sou professora no programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Meio Ambiente do Instituto de Botânica de São Paulo. Participei como Corpo Editorial da revista Hoehnea (2006-2010). Tenho experiência na área de Limnologia, com ênfase em Ecologia de Algas Perifíticas. Tenho particular interesse no papel do perifíton no funcionamento dos ecossistemas aquáticos. Especificamente, busco entender melhor a relação causa-efeito entre a dinâmica das comunidades algais (estrutura e estado nutricional) e a variabilidade dos fatores ambientais.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Denise de Campos Bicudo

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1978), doutorado pelo Curso de Ciências Biológicas, Área de Biologia Vegetal da Universidade Estadual Paulista – Rio Claro (1984) e pós-doutorado na University of Alabama, EUA (2005). Atualmente é Pesquisador Científico VI do Instituto de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas Aquáticos Continentais, atuando principalmente nos seguintes temas: eutrofização, limnologia e paleolimnologia (Antropoceno) de reservatórios, biodiversidade/ecologia de diatomáceas e ecologia de perifíton.

——————————————————————————————————————————————————–

Dr. Eduardo Pereira Cabral Gomes

I’m a biologist I working at Instituto de Botanica in São Paulo, Brazil. I graduated in biology from the University of São Paulo in 1984. From 1988-1992 I studied for an M.Sc. in Ecology at University of São Paulo. In 1994-1998 I studied for a Ph.D in Plant Ecology (Universty of São Paulo). I worked at Mackenzie University and Taubate University from 1997-2004 and Centro Universitário Senac in 2003-2004 where I have taught plant ecology, general ecology, population dynamics and environmental education at undergraduate level and restoration ecology and wild areas managemment at graduate level. In 2011 I was visiting Researcher in Island Ecology and Biogeography Research Group at the Ecology Departament, La Laguna University, Canarias Islands, Spain (4 months).

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Márcia Inês Martin Silveira Lopes

É Engenheira Agrônoma pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/USP (1975), Mestre em Solos e Nutrição de Plantas, também pela ESALQ/USP (1982) com a dissertação: Efeito do plantio de Pinus sobre os atributos físicos e químicos de solos sob vegetação de cerrado e Doutora em Ecologia pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (2001), com a tese: Fluxo de água, balanço químico e alterações no solo da Floresta Atlântica atingida pela poluição atmosférica de Cubatão. É Pesquisadora Cientifica do Instituto de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, desde 1982, desenvolvendo pesquisas no Núcleo de Ecologia sobre os temas: Ciclos biogeoquímicos em florestas atingidas pela poluição industrial, poluição do solo e qualidade ambiental e ciclagem de nutrientes em florestas tropicais e arbóreas nativas. É professora responsável pela disciplina Caracterização do Ambiente Físico-Solos no curso de Pós-Graduação em Biodiversidade e Meio Ambiente do Instituto de Botânica. Organizou o livro: Patrimônio da Reserva Biológica de Paranapiacaba: a antiga Estação Biológica do Alto da Serra (2009). Foi docente da Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista (1976-1980), ministrando as disciplinas Solos I-Fertilidade do solo e Solos II-Nutrição e adubação mineral de plantas.

——————————————————————————————————————————————————–
Dra. Maria Tereza Grombone Guaratini

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1983), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1994), doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e pós-doutorado em genética de populações de plantas. A pesquisa desenvolvida durante o pós-doutorado, com uma espécie invasora de áreas agrícolas, favoreceu o desenvolvimento de trabalhos e financiamentos junto a profissionais da ESALQ-Piracicaba. Atualmente é pesquisador científico do Instituto de Botânica . Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: banco de sementes, chuva de sementes, composição florística e fitossociológica de florestas com dominância de bambu . Atualmente desenvolve no Instituto de Botânica tem trabalhado com vários aspectos envolvidos na recuperação de áreas ocupadas por bambu, incluindo análise do potencial alelopático e fitoquímico de especies de bambus nativos.

——————————————————————————————————————————————————–
Dra. Marisa Domingos

Possui graduação em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências Usp (1981), mestrado em Ecologia de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos pelo Instituto de Biociências Usp (1988) e doutorado em Ecologia de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos pelo mesmo Instituto (1998). Atualmente ocupa o cargo de pesquisador científico VI, no Instituto de Botânica, em São Pauilo, SP. Tem experiência científica na área de Ecologia, com ênfase em Biomonitoramento da Qualidade do Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: biomonitoramento da qualidade do ar com plantas em áreas urbanas e industriais; busca de plantas bioindicadoras adequadas ao biomonitoramento em São Paulo; estabelecimento do nível de tolerância de plantas nativas quando crescem em ambientes contaminados por poluentes atmosféricos. Vem oferecendo treinamento científico nesses temas a alunos de graduação e de pós-graduação.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Mirian Cilene Spasiani Rinaldi

Possui graduação em Química pelo Instituto de Química e Física de São Carlos – USP (1987), mestrado em Físico-química pelo Instituto de Química e Física de São Carlos – USP (1992) e doutorado pela Escola de Engenharia de São Carlos – USP (2011). Atualmente é Pesquisador Científico do Instituto de Botânica, atuando principalmente no biomonitoramento da qualidade do ar através do uso de plantas, como plantas acumuladores dos hidrocarbonetos policíclicos aromáticos.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Regina Maria de Moraes

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Ecologia pela Universidade de São Paulo (2000). Atualmente é pesquisadora do Instituto de Botânica. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Biomonitoramento da Poluição Aérea e Efeitos de Poluentes em Plantas, atuando principalmente nos seguintes temas: ecofisiologia, trocas gasosas, fotossíntese, condutância estomática, poluição aérea, ozônio, fluxo estomático de ozônio, fluorescência da clorofila, biomonitoramento e bioindicadores vegetais.

——————————————————————————————————————————————————–

Dra. Silvia Ribeiro de Souza

Doutora em Química Analítica Ambiental pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo. Pós-doutorado em Ecologia Química em ambientes poluídos pela University of Eastern Finland. Pesquisadora produtividade do CNPq (2) e Pesquisadora Científica do Instituto de Botânica (IBT) de São Paulo, atuando na área de interações ecológicas, em especial no efeito da poluição atmosférica na vegetação nativa e espécies agrícolas. Focaliza seus estudos nas seguintes áreas: indução dos compostos orgânicos voláteis de planta pelo ozônio e seu papel na interação planta-planta. Tem interesse em estudos de caraterização dos voláteis de planta em regiões urbanas e parques urbanos, visando compreender o papel dos voláteis na formação de partículas na atmosfera de regiões urbanas. Atualmente é coordenadora de projeto regular FAPESP e participa em projetos interdisciplinares entre o Instituto de Botânica , a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Nacional de Pesquisa Espacial (INPE) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atulalmente é orientadora do programa de pós-graduação em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente e coordenadora do Programa de Iniciação Cientifica do Instituto de Botânica.

——————————————————————————————————————————————————–