http://www3.ambiente.sp.gov.br/institutodebotanica

Paranapiacaba – Histórico

Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba

Primeira Estação Biológica da América do Sul, criada em 26 de abril de 1909 como Estação Biológica do Alto da Serra por Hermann Friederich Albrecht von Ihering. Em 1938 a Unidade passa para a administração do Instituto de Botânica, hoje denominada como Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba (RBASP), regulamentada pelo Decreto Estadual 24.714, de 07/02/1986.

A Reserva está localizada nas bordas do Planalto da Serra do Mar, próxima a Vila de Paranapiacaba, em Santo André (SP). A palavra Paranapiacaba tem origem indígena e significa “lugar de onde se avista o Mar”. A Reserva possui 336 ha, com cobertura predominantemente de Mata Atlântica, cuja principal característica é a grande diversidade em espécies vegetais.

 De acordo com o Sistema Nacional de Unidades de Conservação – SNUC é uma Unidade de Proteção Integral que tem como objetivo a preservação integral da biota e demais atributos naturais existentes em seus limites. É destinada ao desenvolvimento de pesquisa e atividades educacionais de caráter não perturbatório. (Lei SNUC de 18 de Julho de 2000, Capítulo III, Art. 10).

 Os projetos são desenvolvidos por pesquisadores do Instituto de Botânica e de outras universidades, atendendo a cursos de graduação e pós-graduação em estudos sobre a biodiversidade (fauna e flora), em pesquisas não predatórias, com algumas áreas de conhecimento pesquisadas: algas, fungos, briófitas, pteridófitas, fanerógamas, fisiologia de plantas, aranhas, opiliões, anfíbios, répteis, aves, mamíferos, peixes, entre outros.

 A compilação de todo o conhecimento científico gerado até o encontra-se no livro “Patrimônio da Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba” editado pelo Instituto de Botânica.