http://www3.ambiente.sp.gov.br/institutodebotanica

Núcleo de Pesquisa em Plantas Ornamentais

HISTÓRICO

Criada em 1960 com o nome de Seção de Introdução de Plantas, na Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio, com a finalidade de executar a introdução, aclimatação e intercâmbio de plantas exóticas e de outras partes do país, em 1969 recebeu o nome de Seção de Ornamentais e em 2009 passou a ser denominada de Núcleo de Pesquisa em Plantas Ornamentais. Em 1974 teve início o desenvolvimento de pesquisas visando estudar, principalmente, plantas de valor ornamental que ainda não estivessem sendo utilizadas em parques e jardins. A organização de coleções de plantas vivas ornamentais, pelo Núcleo, foi uma consequência natural. Com a passagem do Instituto de Botânica para a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, em 1987, as pesquisas foram direcionadas para as plantas nativas da Mata Atlântica e do Cerrado.

 ATUAÇÃO

O Núcleo de Pesquisa em Plantas Ornamentais é uma unidade de pesquisa do Instituto de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo, Brasil.

Desenvolve pesquisas científicas na área de tecnologia de produção de plantas ornamentais, com ênfase para as espécies nativas da Mata Atlântica e do Cerrado.
Tem como principal objetivo gerar conhecimento científico e tecnológico sobre a biologia, propagação (inclusive micropropagação), aspectos do cultivo e melhoramento dessas espécies, criando assim novas alternativas para o setor da floricultura, de plantas ornamentais e de paisagismo.

O Núcleo mantém ainda coleções botânicas de plantas vivas com o intuito de manter banco de germoplasma, especialmente de Cactaceae (epífitas), Bromeliaceae e Marantaceae. O Núcleo atende à demanda dos produtores rurais e paisagistas na procura de novas opções de uso das plantas nativas; dos Órgãos Governamentais através de assessoramento e pareceres técnicos; das Universidades (professores e alunos) na difusão dos conhecimentos gerados e divulgação da coleção viva; e do público em geral na informação sobre cultivo de plantas ornamentais.