http://www3.ambiente.sp.gov.br/apa-marinha-do-litoral-centro

Sobre a APA Marinha

Pesca de Arrasto e fragatas - Suelen Caroline

O Litoral Centro é reflexo da história da Baixada Santista: o estuário manguezal que abrigou a rede de transporte no início do progresso e desenvolvimento econômico e industrial de base paulista. Desde a abertura do Caminho do Mar, passando implantação do Pólo de Cubatão e do Porto de Santos, essa que é hoje uma Região Metropolitana é também onde a indústria pesqueira se concentra, sendo significativo o desembarque de pescado para a economia paulista. Portanto, compatibilizar a pesca industrial, com a pesca artesanal, as atividades de turismo e as consequências da atividade industrial e portuária é um desafio importante para esta APA. O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos é um dos pontos de ocorrência de grande biodiversidade do litoral paulista, com características particulares pela distância da costa, profundidade e acessibilidade, e que atrai grande número de mergulhadores, já que relativamente próximo da capital do Estado.

Os três setores em que se subdivide essa APA para efeitos de gestão cobrem distintas formações, sendo o de Bertioga e Guarujá correspondente a uma costa mais recortada com trechos ainda bastante conservados ambientalmente, com ilhas próximas como do Arvoredo, das Cabras e da Moela. Outro setor envolve o arquipélago do Parque Estadual Marinho da Laje de Santos e o terceiro se caracteriza pela correspondência com a planície sedimentar de Praia Grande até Peruíbe, ocorrendo ilhas mais próximas à costa, como a Laje da Conceição, ou mais distantes como a Ilha da Queimada Grande. O estuário conta com diversas formações de manguezais, algumas em bom estado de conservação, o que é benéfico para a recuperação esperada das condições de qualidade ambiental inclusive para a baía de Santos.

VER TEXTO NA ÍNTEGRA